domingo, 19 de setembro de 2010

Até onde vai a crueldade humana???

Quem, em sua plena sanidade chama isso de arte??
O "artista" ou monstro como prefiro chama-lo é Guillermo "Habacuc" Vargas Em Agosto de 2007 ele participou de uma exposição em uma galeria em Manágua (Nicarágua), e foi escolhido para representar a Costa Rica na Bienal Centroamericana Honduras 2008, pela sua "arte".
 No entanto, há petições e inúmeras mensagens de repúdio a esta escolha e ao artista circulando na Internet. O motivo:  Capturou um cão adoentado e abandonado que estava pela rua da cidade, prendeu o pobre animal em uma das paredes da galeria com uma corda curta e atada ao pescoço, sem comida e sem água, deixando o animal em sofrimento até à morte.... O animal morreu por inanição (FALTA DE COMIDA E ÁGUA!) e falta de cuidados veterinários, e enquanto isso as paredes eram decoradas com ração de cachorro formando frases!!!!

O fato ocorreu em Agosto durante uma exposição em Manágua, Nicarágua, de acordo com o diário local "La Prensa". Vargas declarou ao jornal "Nación" da Costa Rica que se reserva o direito de não dizer se acha justificável a morte do animal. "O que me importa é a hipocrisia das pessoas. Um animal assim vira o centro das atenções quando está em um local onde as pessoas querem ver arte, mas ninguém ligaria se ele estivesse passando fome nas ruas," afirmou.
O MONSTRO costa riquenho ultrapassou todos os limites éticos e humanos
O pior é que o "artista" foi escolhido para representar seu país na Bienal Centroamericana Honduras 2008 e a receber um prêmio por sua obra. Quem escolheu esse monstro pra representar seu pais deveria ser fuzilado junto com ele! E esse deveria ser seu prêmio!

Para todos que, como EU, ficaram revoltados com isso é possível assinar um abaixo assinado online.


Ele ainda disse que sua intenção era homenagear Natividad Canda, um nicaragüense morto por cães rottweiller.


Estas declarações me enojam! Este animal foi deixado morrer a fome e sede, simplesmente ignorado pelas "pessoas" que visitavam a galeria de "arte". Como se pode chamar galeria de arte a este local.
A frieza desses monstros não me espanta por que estão mais preocupados com a sua imagem perante outros monstros.

Porém não sou hipócrita, acho que todos os lados de uma história devem ser ouvidos. e que todos devem decidir-se por si mesmos. Em minha opinião acho muito conveniente que o animal tenha fugido do local. Também não vi nenhuma noticia convincente sobre os argumentos do homem.
Então segue um link que explica o outro lado o do artista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário