domingo, 12 de dezembro de 2010

BARRETOS: A VERDADE QUE A TV NÃO MOSTRA!

Barretos - Rodeio grotesco: boicotem!
  O capitalismo moderno oferece pão e circo para a população. A festa do peão de Barretos é tão grotesca e criminosa como anfiteatro romano, onde gladiadores lutavam até a exaustão contra outros gladiadores ou contra animais selvagens e muito estressados. DIGA NÃO AO RODEIO E À BRAHMA! 
Somos um povo cilivizado! Não somos?
Isto é "esporte" ,"diversão" ou "cultura"?
Isto é "esporte" ,"diversão" ou "cultura"?
Uma imagem vale mais que mil palavras
Uma imagem vale mais que mil palavras
Para ser "macho" tem que judiar dos animais












 

Para ser "macho" tem que judiar dos animais? Então quero um boila pra mim!!!

RODEIO DE BARRETOS: O QUE A TV NÃO MOSTRA!
Estas fotos mostram que o rodeio é uma atividade realmente grotesca e criminosa. Estes animais sofrem contusões, fraturas, ferimentos, paralisia ou até mesmo a morte. A crueldade aos animais está liberada no rodeio de Barretos. E tudo com o consentimento do poder público. É como se estivéssemos nos tempos do Império Romano e a política do ?pão e circo?.
Enquanto os artistas e esportistas brasileiros não têm patrocínio, empresas como a Brahma gastam fortunas para patrocinar esta grosseria.
Estes peões são jovens sem perspectivas de futuro que arriscam também suas vidas em troca prêmios. Muitos peões já morreram! Esta é uma das facetas do nosso sistema capitalista. Os rodeios também lembram as grotescos e terríveis cenas na arena do anfiteatro romano, onde gladiadores lutavam até a exaustão contra outros gladiadores ou contra feras terríveis.
Apesar da origem norte-americana, até mesmo por lá esta prática não tem sido considerada cultural, havendo, inclusive, cerca de 15 cidades que já proíbem essas práticas em seu território, entre elas Fort Wayne (Indiana) e Pasadena (Califórnia). Aqui no Brasil, diferentemente do que dito por muitos, a prática do rodeio nada tem de cultural, tratando-se de uma cópia do modelo norte-americano.
Os animais utilizados nas práticas de rodeios sofrem flagrantes maus-tratos, podendo-se rebater facilmente qualquer argumentação contrária, tendo-se em vista que existem diversos laudos oficiais atestando o sofrimento e maus-tratos aos animais utilizados em variadas práticas, destacando-se os laudos emitidos pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e do Instituto de Criminalística do Rio de Janeiro.

Temos ainda as argumentações dos organizadores de rodeios, as quais rebatemos brevemente a seguir:
- Sedém não causa dor, apenas cócegas: o sedém, ao comprimir a região dos vazios do animal, provoca dor, porque nessa região existem órgãos como parte dos intestinos, bem como a região do prepúcio, onde se aloja o pênis do animal. Portanto, o ato do animal corcovear é a comprovação de sua dor e estresse, fazendo com que instintivamente tente se livrar de todos os apetrechos que lhes colocam;
- O animal trabalha apenas por 8 segundos: 8 segundos é o tempo que o peão deve permanecer no dorso do animal, porém deve-se lembrar que o sedém e colocado e comprimido tempos antes do animal ser colocado na arena (ainda no brete) e também tempos depois da montaria. Além disso, há declarações de peões de que treinam de 6 a 8 horas diárias, portanto, todo este tempo o animal estará sendo maltratado.
Boicotem as empresas que patrocinam rodeios. Diga não aos rodeios. Temos que mostrar que apesar de nossos governantes e destas empresas malucas, somos um povo civilizado. 
Caso você ainda não acredite de uma olhadinha no video!

9 comentários:

  1. seus ignorantes, isso é apenas a demonstração da vida do campo, essas provas são retiradas do mundo rural, que faz isso para colocar alimento na mesa de vcs. E diversas imagens não são causadas pelo que mostra nas imagens(interpretação errada), e outras que não aconteceram no espetáculo de Barretos. e os animais em montaria em touros e cavalos são os mais bem tratados do pais (vcs encontram algum animal magro? )

    ResponderExcluir
  2. os touros não treinam isso diariamente, impossivel ficar no peso que eles estão durante as apresentações, hoje se quer o peão monta para treinar o touro é utilizado uma especie de boneco em cima do animal.

    ResponderExcluir
  3. Como vc quer que um campeiro com mais de 1000 hectares de terra leve os animais para o curral todos os dias ou que ele vá a pé (para n maltratar o cavalo, grande crueldade andar a cavalo) e peça para um boi ficar parado para poder curar bicheiras, problemas nos cascos. Levar milhares de animais para o curral de uma fazenda gigante para tratar de 1 animal? É o laço vai ter que se aposentar pois ninguém pensou nesta hipótese para curar os animais. Vc é muito inteligente te indicarei ao OSCAR, tese: convencer o animal doente a esperar o peão cura-lo sem fugir. Aproveitar pra usar o dinheiro que for ganhar no Oscar para abrir clinicas de atendimento para bois, quando se sentirem mau vao até as clinicas para se medicarem.

    ResponderExcluir
  4. Tão idiota que a maioria das fotos nem são de barretos, muito menos do Brasil! E tenho plena certeza que a maioria dos touros de rodeio que vemos hoje é muito tratado do que você que escreveu essa matéria inútil... Vá se informar sobre esse ESPORTE e reveja seus conceitos.

    ResponderExcluir
  5. que aconteça o mesmo com os dois e que o mar do inferno seja seus descansos....

    ResponderExcluir
  6. tsssssss, tem cada uma... da um pulo aqui na roca e ve como que é facil convidar o animal para chegar ate o nosso colo para podermos cura los

    ResponderExcluir
  7. Por favor, me digam a onde que esta a lógica, dos fazendeiros pagarem caro pelos animais, pagarem caro pelos seus alimentos, se for pra maltratá-los? Se pararmos para pensar, isso não faz sentido, até porque, não é isso o que acontece! Ao menos não em meu estado, Rio Grande do Sul.

    ResponderExcluir