terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Cão comeu as patas para fugir de armadilha no Alaska

 Essas armadilhas são terrivelmente cruéis e deixam os bichos agonizando por muito tempo. A caça de uma forma geral, legalizada ou não, deveria ser banida da face da Terra. Fontes: G1, www.wkyc.com e www.9news.com

Cão que teve de comer as próprias patas para fugir de armadilha ganha prótese: Animal foi preso por armadilha para criaturas selvagens no Alasca. Para escapar, foi obrigado a morder suas próprias patas.

Andre (um cão de 3 anos mestiço de pastor alemão, rottweiler e labrador, segundo o site www.wkyc.com) passou por uma experiência traumática. Caminhando pelas terras selvagens do Alasca, o cãozinho pisou por acidente numa armadinha de animais ilegal. Para escapar da enrascada, teve de mastigar suas próprias patas. O resultado foi a perda de duas delas.

Encontrado em frangalhos pelo serviço de resgate de cães do Alasca, ele não conseguia nem ficar em pé. Mas uma empresa de Denver, no Colorado, mudou sua vida.

Sensibilizada com a história de Andre, a OrthoPets criou próteses para o cão. Com dois dias de uso, Andre voltou a ficar em pé.

"Essa é a primeira vez que Andre foi capaz de ficar sobre quatro patas em um ano e alguns meses", disse Martin Kaufmann, da empresa responsável pelas próteses.

Após algumas semanas de adaptação às novas patas, Andre será colocado para adoção.


O vira-lata Andre mastigou as próprias patinhas para se livrar de armadilha no Alasca e agora ganha patas novas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário