segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

CUIDADOS QUE DEVEM SER DADOS AOS ANIMAIS DOMÉSTICOS NO NATAL

Natal é a maior e mais bela festa do mundo. Entretanto ninguém pensa de verdade sobre o significado do Natal. Não é festa de consumo, mas uma festa religiosa é aniversário de Jesus. Não deve ser uma festa de materialismo, mas sim de paz, alegria e principalmente respeito pela vida, o que, aliás, não vem acontecendo nos últimos séculos. Enquanto uns comem demasiado, outros passam fome, enquanto uns celebram a vida, milhares de vidas são tiradas para que aquelas pessoas que dizem celebrar a vida se divirtam comendo o resultado da morte de milhares de animais que não escapam às festas de Natal.
Estas tradições terríveis nascidas em outros séculos, chegam até nós com a matança indiscriminada de milhares de perus, galinhas, porcos e outros animais. Isto não é festa, é carnificina. É hora de acordar para a realidade da vida. A vida não está presente apenas nos seres humanos, mas em qualquer animal, tirar-lhes a vida para gula de Natal não tem nenhum significado. Deus que criou todos os seres e certamente não se alegra com a morte de milhares deles para uma festa onde nem sequer os participantes se lembram do verdadeiro sentido da mesma. Natal é nascimento e não morte.
_Outros animais também sofrem
Quem for verdadeiramente consciente vai preferir comer outras coisas no Natal que não seja proveniente do sacrifício dos animais. Mas além dos animais que correm risco de vida nessa época, há outros sobre os quais se deve observar um cuidado especial durante os festejos, são os animais domésticos.
Gatos:
Quando são mais velhos normalmente não oferecem muitos cuidados, mas é sempre bom um pouco antes da queima de fogos da meia noite, deixa-los trancados em um quarto sossegado para evitar que passem muito medo, pois como se sabe sua audição é bastante desenvolvida e o barulho pode espantá-los. O pior lugar para um gato nesta ocasião é na rua, pois certamente sairia em disparada apavorado e poderia ser atropelado ou sofrer algum acidente.
Os novos e filhotes encontram dentro de casa verdadeiras armadilhas com os enfeites de Natal, pois são muito brincalhões, podem querer subir na árvore de Natal, causando acidentes para eles e prejuízo para o dono. Sentem-se sobremaneira atraídos pelas bolas coloridas e adoram brincar com os fios das lâmpadas o que certamente termina em acidentes. Para isso, o melhor é ter a árvore em local alto e a fiação escondida. Muito cuidado também deve ser dado às comidas diferentes que podem prejudicar os animais domésticos em geral nessa época. Algo que não se deve dar aos animais domésticos é chocolate em suas múltiplas formas. Às vezes, sem querer, crianças oferecem a eles esse tipo de alimento, assim os adultos devem estar atentos para que isso não aconteça.
Cães
Igual que os gatos, sofrem com os ruídos dos fogos quando muito intenso. Os que costumam entrar em casa devem ficar num local mais distante da rua ou da fonte dos ruídos. Os que vivem fora, no quintal ou em suas casinhas, seria bom que ao menos nesse dia ficassem dentro de casa justamente para evitar os efeitos dos fogos. Quando isso não é possível, pelo menos deixá-los num local o mais longe possível das ruas e, portanto das fontes de ruídos. Esses animais quando soltos, correm o risco de sair em disparada com medo, muitos até se perdendo. Cuidados também com cães pequenos e que não estão acostumados a comer ossos.
Presentes
Se uma pessoa tem a tradição de oferecer presentes aos familiares e amigos, por que não aos animais, seus maiores amigos? Não deixe que o especismo tome conta de você e fique dando presentes unicamente aos da sua espécie. Isso é muito fácil e todo mundo faz. Mostre seu amor por toda a criação, pois vieram do mesmo Deus criador e lembre-se dessas outras criaturas que durante todo o ano tanto lhe tem dado em amor, companhia, distração, segurança e muito mais. Eles não exigem nada nem querem nada, mas lhes dê ao menos nesse dia, a melhor alimentação que puder.
Animais de rua
Milhões de pessoas estarão alegres em suas casas festejando o Natal. Um Natal que não chegou para todas as espécies, apenas para os humanos. Enquanto as pessoas comem e bebem na alegria de seus lares, milhares de animais vagueiam pelas ruas, famintos e abandonados. Pense nisso. Se puder e se o seu coração assim o disser, não tenha vergonha, alimente também um animal de rua, seu Natal será muito mais feliz. Se tiver meios, faça ainda mais, adote um animal abandonado, será o melhor presente para ele e certamente também será para você. Leonardo Bezerra
Fonte : http://jornalanimais.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário