terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Peta cria jogo em que elefante se vinga de maus tratos no circo


Preocupada com a situação dos animais mantidos em circos, em especial os elefantes –  normalmente confinados em celas pouco maiores que seus corpos –, a ONG Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (Peta, na sigla em inglês) lançou dois jogos com o intuito de conscientizar internautas sobre o problema.
Sob o rótulo Peta2, braço da organização voltado para crianças, os games salientam a violência sofrida pelos elefantes em circos. Um é um jogo da memória, em que, nas cartas, há desenhos como um coração com curativo e fotos como a de um elefante sendo agredido com uma bengala com gancho na ponta.
O outro game passa a mensagem mais diretamente: nesse, o jogador é um elefante que deve evitar a aproximação de domadores, palhaços e donos de circo. Para isso, atira amendoins neles. Caso o animal seja alcançado algumas vezes, o fim do jogo é anunciado com um banho de sangue e um urro de elefante.
“Considerando a forma como atacam elefantes com bastões com ganchos e aguilhadas elétricas, os domadores teriam sorte se escapassem com uma mera saraivada de amendoins”, declarou o vice-presidente executivo do Peta, Tracy Reiman. “Vida acorrentada não é vida de verdade, e a melhor coisa que pais e crianças podem fazer é manterem distância de circos que usam animais”.

http://features.peta2.com/neverforget/games.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário