domingo, 20 de fevereiro de 2011

MAIS UMA PROVA DO DESPREPARO E DA IGNORANCIA HUMANA...

Hoje dia 20 de Fevereiro, eu fui visitar minha família em Colombo no bairro Jardim Rio Verde, as 21 horas e alguns minutos eu e meu marido resolvemos ir embora e por morarmos em Curitiba, usamos a estrada da ribeira como rota para casa, quando chegamos na rua Argentina para entrarmos na BR476 conhecida como estrada da ribeira por onde passa a linha verde nos deparamos com um acidente que havia acontecido segundos antes de chegarmos ao local.
Nesse trecho já foram feitas muitas obras mas é um local de muitos acidentes, o tráfego é intenso e o cruzamento(marcado em vermelho na foto) mal cinalizado, existem sinaleiros hoje que ajudam muito o transito no local mas estavam todos no alerta, e ao lado da rodovia existe um corrego que esta marcado em azul na foto, um carro que seguia pela rodovia fez a conversão para entrar na rua Argentina entrando no bairro mas foi atingido por outro e acabou indo parar dentro do corrego, infelizmente estava sem minha câmera para registar o ocorrido, o carro ficou em um ângulo de 60 a 75 graus encostado na beira do corrego, e começou a virar, dentro do carro haviam 4 pessoas, duas meninas um homem que conduzia o veiculo e uma senhora de idade, antes que o carro capotasse o que colocaria os passageiros em perigo por causa da agua, vários homens entraram no corrego e seguraram o carro, e começaram a tirar as vitimas, tentamos alertar para não tirarem as vitimas do carro pois não podíamos dizer se e qual a gravidade dos ferimentos, mas não fomos ouvidos, fiquei na borda do corrego aguardo a chagada do socorro, e mais e mais pessoas se aglomeravam no local, as duas meninas foram tiradas de dentro do carro e erguidas e deixadas na beira da rua, o senhor foi retirado do carro e aparentemente estava bem, mas a mulher passava muito mal, mas eles insistiram e tira-los do carro com a mulher desmaiando, acomodaram -na na encosta do corrego que por ser muito ingrime não puderam tirar ela de-lá, enquanto aguardava a chegada dos bombeiros, comecei a ouvir os homens que estavam junto á mulher começarem a gritar pedindo água para as pessoas que assistiam, entrei em desespero, já não bastasse o risco que já haviam colocado a mulher tirando-a do carro ainda queriam dar lhe bebida, comecei a gritar!
Não pode dar água nunca se dá de beber pessoas acidentadas não sabemos os riscos que isso poderia causar! Meu cunhado que também quase foi atingido pelo acidente, parou um caminhão da defesa civil que passava pela BR e pediu socorro, eles foram pro local e começaram a avaliar a situação da mulher passaram por radio cerca de 4 códigos oque não era bom sinal, nisso já haviam se passado cerca de dez minutos do acidente, dentro de 3 minutos chegou o siate e começaram a imobilizar a mulher e a retiraram do corrego dando os primeiros socorros. Após o resgate deixamos o local pois nada mais poderíamos fazer então ainda muito nervosos começamos a avaliar e conversar sobre o ocorrido e comentei com ele de como as pessoas apesar da boa intenção, são ignorantes e despreparadas para situações de risco!
Todos os dias vemos na TV dicas de primeiros socorros, quando passamos pela auto escola, também recebemos essas informações, mas porque quando se deparam com uma situação como essa onde essas informações seriam de extrema importância elas são deixadas de lado e passa a valer apenas a adrenalina de estar ajudando?



PRIMEIROS SOCORROS
                  Prestar socorro é um ato de solidariedade humana. Os primeiros cuidados prestados a qualquer vítima de acidentes ou doenças agudas, podem proteger sua vida, reduzir seu sofrimento e mantê-la em condições de aguardar tratamento especializado. Quem presta os primeiros socorros deve, contudo, estar consciente de suas próprias limitações e não tentar substituir o médico ou profissional especializado.
                  Os primeiros minutos em seguida a um acidente de trânsito podem ser determinantes no destino das vítimas. É preciso agir rápido, prestando de imediato os primeiros socorros aos acidentados. Por outro lado, um atendimento de emergência mal feito pode comprometer ainda mais a saúde das vítimas.
Importante
  • Movimente o acidentado o menos possível.
  • Evite arrancadas bruscas ou súbitas paradas durante o transporte.
  • Mantenha a calma. O transporte deve ser feito sempre em baixa velocidade. É mais seguro e mais cômodo para a vítima.
  • Não interrompa, sob nenhum pretexto, a respiração artificial ou a massagem cardíaca, se estas forem necessárias. Nem mesmo durante o transporte.
Ao presenciar um acidente
    Tome as seguintes providências:
·         Cuide antes de sua segurança. Estacione seu veículo em local seguro e só deixe descer do mesmo as pessoas que estiverem em condições de ajudar.
·         Ligue para 192 de qualquer telefone, aparelho celular ou orelhão. A ligação é gratuita e não é necessário a utilização de ficha.
·         Informe com precisão o local do acidente e os veículos envolvidos. Informe sobre as condições de trânsito no local.
·         Tranqüilize as vítimas que estiverem conscientes informando que o socorro já está a caminho.
·         Avalie a situação das vitimas, caso possível evite move-las e mantenha-as calmas até a chegada do socorro especializado.
·         Faça perguntas importantes como nome das vitimas e números de telefones para contactar a família.
·         Preste os primeiros socorros que estiverem ao seu alcance até a chegada da equipe médica.
                         Enquanto aguarda o socorro - ou nos casos em que não seja possível contactar uma equipe de resgate - deve-se proceder à prestação de primeiros socorros. Comece sinalizando o local do acidente, para evitar o agravamento da situação de modo a dar segurança a quem presta socorro.  
Proceda da seguinte maneira:
·         Acione o pisca - alerta dos veículos próximos ao local.
·         Sinalize e procure isolar o local do acidente. Use triângulo, galhos de árvore ou qualquer outro objeto, sempre colocados a uma distância segura do local.
·         Se estiver escuro, não use fósforos ou qualquer chama exposta, pode haver vazamento de gases podendo provocar incêndios. Use lanternas portáteis, os faróis do seu carro ou outro meio, que não tenha chama, para clarear o local.
Respiração Artificial
                           Respiração artificial é processo mecânico empregado para restabelecer a respiração, e deve ser ministrado imediatamente, em todos os casos de asfixia. Estes começam com uma parada respiratória e podem evoluir para uma parada cardíaca. Garantindo-se a oxigenação pulmonar, há grande probabilidade de reativação do coração e da respiração.
                          A respiração artificial só obterá êxito se a pessoa for atendida o mais cedo possível. Se o paciente for atendido nos primeiros 2 minutos, a probabilidade de salvamento será de 90%. Portanto, o atendimento deve ser feito de imediato, no próprio local do acidente e por qualquer pessoa presente.
Respiração Boca-a-Boca
                          Como o nome indica, trata-se de uma técnica simples em que o socorrista procura apenas encher os pulmões do acidentado, soprando fortemente em sua boca. Para garantir a livre entrada de ar nas vias respiratórias a cabeça do acidentado tem que está na posição adequada. Importante: o pescoço deve ser erguido e flexionado para trás. Em seguida, com ajuda dos polegares, deve-se abrir a boca da vítima. Feito isso, inicie o contato boca-a-boca, descrito a seguir:
·         Aperte as narinas para evitar que o ar escape.
·         Coloque sua boca sobre a do paciente e sopre com força.
·         Afaste a boca para permitir o esvaziamento do pulmão do acidentado.
·         Repita a manobra quantas vezes forem necessárias.
                          Em casos de ferimento nos lábios, pratique o método boca-a-nariz. Esse método é quase igual ao método boca-a-boca, com a diferença de exigir o cuidado de fechar a boca do acidentado enquanto se sopra por suas narinas.
Parada Cardíaca
                          A asfixia pode ser acompanhada de parada cardíaca. Nesses casos graves deve-se tentar reanimar os batimentos cardíacos por meio de um estímulo exterior, de natureza mecânica, fácil de ser aplicado por qualquer pessoa. A parada cardíaca é de fácil reconhecimento, graças a alguns sinais clínicos:
·         inconsciência
·         ausência de batimentos cardíacos
·         parada respiratória
·         extremidades arroxeadas
·         palidez intensa
·         dilatação das pupilas
                          A primeira providência antes da chegada do médico, é a massagem cardíaca. Trata-se da compressão ritmada do tórax da vítima, na altura do coração, por efeito de pressão mecânica. Em casos de asfixia, o exercício pode - e deve ser realizado continuamente até a chegada do médico ou no caso de morte comprovada do acidentado.
Massagem Cardíaca
·         Deite o acidentado de costas, sobre uma superfície dura.
·         Faça pressão sobre o esterno (osso que fica na frente e no centro do tórax), para comprimir o coração de encontro do arco costal posterior e à coluna vertebral.
·         Descomprima rapidamente.
·         Repita a manobra, em um ritmo de 60 a 70 vezes por minuto, até batimentos espontâneos ou até a chegada do médico. A pressão aplicada depende da estrutura física da vítima, para se evitar fraturas.
Hemorragia
                          Hemorragia é a perda de sangue devido ao rompimento de um vaso, que tanto pode ser uma veia quanto uma artéria. Qualquer hemorragia deve ser controlada imediatamente, pois pode levar a vítima à morte em 3 ou 5 minutos se não forem controladas. A hemorragia pode ser interna ou externa.
EM CASO DE HEMORRAGIA NÃO PERCA TEMPO!
Para estancar a hemorragia:
·         Aplique uma compressa limpa de pano, lenço, toalha ou gases sobre o ferimento e pressione com firmeza. Para manter a compressa firme, utilize uma tira de pano, gravata ou cinto.
·         Se o ferimento for pequeno estanque a hemorragia com o dedo, pressionando-o fortemente sobre o corte.
·         Se o ferimento for em uma artéria, ou em um membro, pressione a artéria acima do ferimento para interromper a circulação, de preferência apertando contra o osso.
Hemorragia Nasal
                          Em acidentes de trânsito é comum que a cabeça do motorista ou de um passageiro se choque contra o painel ou outro obstáculo, principalmente quando não se usa o cinto de segurança. O resultado, frequentemente, é a hemorragia nasal. Se o sangue começa a jorrar pelo nariz é preciso que se tome os seguintes cuidados:
·         Ponha o paciente sentado, com a cabeça voltada para trás e aperte-lhe as narinas durante uns 4 ou 5 minutos.
·         Se a hemorragia persistir, coloque um tampão com gases ou algodão dentro das narinas. Além disso aplique um plano humedecido sobre o nariz.
·         Se houver gelo, uma compressa pode ajudar muito.
Hemorragia estomacal
                          Normalmente, a pessoa tem náuseas antes da perda de sangue. Coloque-a deitada de lado com a cabeça virada lateralmente. Procure socorro médico
Hemorragia Pulmonar
                          Após acessos de tosses, sai sangue pela boca em golfadas. Coloque a pessoa deitada de lado com a cabeça mais alta que o corpo. Não deixe-a falar, tente mantê-la calma e procure um médico imediatamente.


Fonte: detran

Fiquei revoltada por dois motivos, se aquele sinaleiro estivesse funcionando naquele momento esse acidente não teria ocorrido! Porque as 21 horas de um domingo um sinaleiro de tamanha importância estava desactivado?
Segundo, quando está passando o BIGBROTHER  ou quando tem gente em cabines fazendo cenas extremamente desnecessárias e cruéis por um punhado de dinheiro como no SOLITÁRIOS ou quando tem famosos falando merda na FAZENDA todos estão atentos e sabem tudo oque se passa nos realitys shows(que de reality não tem nada na minha opinião!), mas na hora em que informações como primeiros socorros que volte meia passam na TV, são necessárias, ninguém se lembra de usá-las?
A ignorância humana vai acabar com a humanidade, isso é revoltante e acima de tudo lamentável!



A única coisa que eu vi que mostrou que um momento como aquele poderia ser belo foi o fato de que nesse dia teve um jogo atletiba onde a rivalidade entre os times acaba muitas vezes em violência e destruição, mas aquele acidente uniu torcedores dos dois times em prol de ajudar as vitimas do acidente, de mãos dadas em volta do poste segurando um na camisa do outro, para ajudar os outros homens que viriam a ajudar a chegarem ao local onde estavam as vitimas. Parabéns aos torcedores que estavam la naquele momento e mostraram que um time é maior que todos os outros, o time da solidariedade. Meus sinceros parabéns!Vitoriosos pela solidariedade!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário