domingo, 3 de abril de 2011

A LENDA DO BESOURO USADO COMO JÓIA VIVA. MAIS UM ANIMAL VITIMA DA VAIDADE E DA MODA HUMANA


O ano passado, uma mulher tentou entrar nos Estados Unidos, originária do México, com um broche vivo, um besouro cravejado de jóias e ouro preso à roupa  por uma correntinha. O caso ocorreu no posto fronteiriço de Brownsville, no Texas.A tal mulher afirmou ter comprado o broche no México. Apesar de ela ter feito a declaração correta às autoridades americanas, o inseto acabou confiscado por agentes aduaneiros.
Há séculos os besouros costumam ser usados como adorno em algumas regiões do México. Comenta-se que Jackie Kennedy teria usado um broche vivo quando era primeira-dama do EUA. 
Existem algumas lendas que rondam este inseto: no antigo Egito, o escaravelho dourado era um símbolo do deus do Sol. Ele criava o sol nascente, levando-o do horizonte até o seu lugar no céu para que o sol pudesse iluminar o mundo.
Mas a  lenda que originou o adorno  veio da antiga civilização Maia, que conta a história de uma princesa que se apaixonou por um homem com o qual não poderia casar. Tão inconsolável estava, que chorava dia e noite por causa de seu amor proibido. Um xamã, ouvindo seu choro e descobrindo a sua causa, transformou-a num besouro brilhante, uma jóia viva. O seu amado colocou o broche em seu peito. Assim, ela passou a sua vida perto do coração daquele que ela gostava. 

A imagem  é de um broche que hoje em dia ainda é muito vendido na América Central: a de um besouro vivo cravejado de pedras. Ele é preso na roupa, na altura do coração, por um alfinete. Dizem que dura em média 3 anos. É vendido com um pedaço de tronco oco -  seu habitat -  onde retira os nutrientes  necessárias para se alimentar.
 
SISERAMENTE: COITADO DO BICHINHO! MAIS UM ANIMAL VITIMA DA EXTRAVAGANCIA HUMANA, USADA COMO ACESSÓRIO DE BELEZA DE PESSOAS FEIAS POR DENTRO... TRISTE, COITADO DO BICHINHO....

Nenhum comentário:

Postar um comentário