sexta-feira, 1 de abril de 2011

Nasa quer que galinhas façam aviões voar






Como assim, a Nasa não sabe que galinhas não voam? Claro que sabem, por isso eles querem desenvolver um combustível para aviões feito a partir de gordura de galinha.
Parece meio estranho, mas na verdade é estranho mesmo: Cientistas dos Centros de Pesquisa Langley e Dryde, da agência espacial, estão usando gordura de galinha como biocombustível num avião DC-8 (o da foto). Os testes são feitos para medir a performance e quantidade de emissões geradas pelo avião com o “Hydrotreated Renewable Jet Fuel”.
Esse é o segundo “Experimento de Combustíveis de Aviação Alternativos”, o primeiro que vai utilizar gordura de galinha. Mais precisamente, 30.283 litros de gordura de galinhas. Todos esses litros de gordura foram doados pela Força Aérea americana.
Para o teste foram desenvolvidas duas formas: 100% biocombustível de galinhas, um que mistura 50% de biocombustível com 50% de propelente comum (algo próximo do querosene), além dos testes com o combustível comum para comparação. O teste vai fornecer dados de emissões de gases e partículas e o comportamento do motor e do sistema do avião.
30 mil litros de gordura de galinhas… isso não parece boa ideia, mesmo.
Na minha opinião é pura falta do que fazer...
Fonte: eco4planet


Nenhum comentário:

Postar um comentário